Relembre a trajetória de James Brown, maior ícone do funk e soul

Written by on 3 de maio de 2021

O cantor, compositor, dançarino e produtor musical James Brown é considerado um dos artistas mais influentes de todos os tempos e, em vida, vendeu mais de 100 milhões de discos. O compositor de “I Feel Good”, também conhecido como pai do soul, nasceu há 88 anos, no dia 3 de maio, na Carolina do Norte, EUA. 

James Brown não teve uma infância fácil. Foi abandonado pela mãe aos dois anos e, aos seis, começou a viver na casa da tia, dona de um prostíbulo na Geórgia, EUA. Lá, vivia sem cuidados da família, e se virava por conta própria. Para sobreviver, engraxava sapatos, vendia selos, lavava pratos e cantava em concursos de talentos. Além disso, aprendeu a tocar flauta, guitarra, piano e bateria. 

Contudo, aos 16 anos, Brown entrou para o mundo do crime. Condenado por assalto à mão armada, teve prisão decretada e ficou detido por três anos. Foi solto com a ajuda de Bobby Byrd, quem conheceu durante o período na escola reformatória e se tornaria um grande amigo. 

Quando conseguiu a liberdade, Brown se dedicou totalmente ao que seria seu grande talento: a música. Foi acolhido pela família de Bobby Byrd em 1953, e, no mesmo ano, entrou para o grupo gospel Starlighters, posteriormente chamado de Famous Flames.

Após dois anos, James Brown gravou um dos maiores sucessos, “Please, Please, Please,” música a qual alcançou a sexta posição nas paradas de R&B e vendeu mais de um milhão de cópias. Os primeiros sucessos marcantes do músico eram canções do gênero gospel e blues. 

James Brown conseguiu gravar Try me (1959), o primeiro disco solo, rapidamente. Após isso, o músico lançou grandes sucessos, como a memorável música “I Feel Good” de 1965, vencedora de um Grammy em 1965. Com tamanha fama, a própria banda trocou de nome, e passou a se chamar James Brown and The Famous Flames

O grupo não atingiu sucesso mundial até Live at the Apollo (1963), disco responsável pelos primórdios do funk na indústria musical. Brown continuou trabalhando no ritmo, e foi com “Cold Sweat” que o cantor atingiu a primeira posição nas paradas R&B, além da canção ser considerada a primeira música funk. 

James Brown fez sucesso com as músicas e apresentações ao vivo até a década de 1980, porém nunca deixou de ter problemas com a justiça. O cantor foi preso duas vezes em 1988, uma por excesso de velocidade e consumo de drogas, e outra por uso de arma de fogo. No entanto, após ser solto, continuou a lançar discos e fazer shows. 

O cantor não teve mais nenhuma aparição pública após o festival Foggfest em São Francisco, EUA, em agosto de 2006. No mesmo ano, em 25 de dezembro, James Brown morreu aos 73 anos devido a complicações de uma pneumonia. No entanto, a hipótese de assassinato foi levantada em uma reportagem da CNN em 2019. A matéria revelou como até mesmo o médico responsável pelo documento de óbito suspeitou do crime, mas nada foi confirmado. 

Mesmo com um histórico na justiça, James Brown mudou a cena musical e será conhecido eternamente como o rei do funk, além de ser uma das maiores estrelas do showbiz. Foi uma figura essencial para o soul e blues, e chegou a influenciar outros ritmos e grandes artistas, como Michael Jackson


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *



Current track

Title

Artist